abertura.jpg

Programação

I Festival Enreda

RaÍZES

chamada para o festival.jpg

Abertura do I Festival Enreda Raízes

09/04 - 19 horas

Sinopse em breve

arte - phillip LARANJA.jpg

Phillip Long canta Raízes

09/04 - 20 horas

Phillip Long, cantor, compositor, é o nosso convidado para a abertura do

I Festival Enreda Raízes.

No nosso canal do Youtube.

chamada para o festival.jpg

Homenagem ao cenógrafo e artesão

Wilson Costa

09/04 - 20:20

Sinopse em breve

Em sua morada - thumbnail.jpg

Em sua morada

09/04 - 20h e 30 min - artes cênicas

Em sua Morada é uma obra autoral de Lucas Milano, e narra a história de três irmãos - Flor, Marco Antônio e Joca -, que travam um duelo com o diabo pela alma de um deles, criando uma fábula musicada, ao exemplo dos cordéis.

Artesania e Lutheria - como fazer uma ca

Artesania e Lutheria - como fazer uma caixa de folia

10/04 - 14 horas - artesanias

Tutorial de como construir uma Caixa de Folia, uma espécie de tambor usado na Folia de Reis e Moçambique, usando o tronco da Piteira e outros materiais. O artista apresenta a planta que dará a matéria-prima e em seguida o passo a passo para sua construção, trazendo um pouco da sua trajetória de saberes junto a sua sonoridade com a caixa pronta. 

Mãos que produzem - thumbnail.jpg

Mãos que produzem

10/04 - 16 horas - artesanias

Tutorial demonstrando a criação de artesanato de argila, manualmente. Os utensílios e peças feitas em argila são influências culturais deixadas pelos índios e mantidas vivas até os dias de hoje.

As fotos de divulgação e presentes no vídeo são do fotógrafo Luiz Gonzaga Valcazara.

abertura de artes plásticas - mostra I -

I Mostra de

Artes Plásticas

10/04 - 19 horas - artes plásticas

I Mostra de Artes Plásticas, com as obras:

Algumas coisas preciosas - de Baga Defente

Amantikir - de Camaleão

Calmaria do Mato - de Sé Cordeiro

Corpo Rizoma - Lizis

Elemento Mulher - Alice Quadrado

Jogos dos Brilhinhos - Rodrigo Seles

Redes e Riscos - de Lígia Kamada

Sonho Enlatado - de Lara Fioravanti

Um pouco da história - Rodrigo Chov

Bonezinho vermelho - thumbnail.jpg

Bonezinho Vermelho

10/04 - 20 horas - artes cênicas

Bonezinho vermelho é um cordel encenado. Uma versão do clássico conto "Chapeuzinho Vermelho", porém no contexto de uma menina do MST, no cerrado paulistano.
Originalmente um teatro itinerante, com o objetivo de chamar a atenção das famílias para as riquezas da área rural.

Abayomi - nosso tesouro ancestral - thum

Abayomi - nosso tesouro ancestral

11/04 - 14 horas - artesanias

Abayomi – nosso tesouro ancestral é um tutorial que resgata culturalmente a ancestralidade através da boneca sem costura feita a mão. Esta prática é valiosa, pois é um artesanato ancestral, ou seja, passado de mãe para filha sem ano exato de início. Com forte influência do povo Bantu em sua constituição, é feita sem costura com retalhos de tecidos.

Banáh - Kokedama - thumbnail.jpg

Bánah - Kokedama

11/04 - 16 horas - artesanias

Banáh – Kokedama é um tutorial que une a técnica japonesa a uma releitura brasileira sobre a elaboração doKokedama (bola de musgo) com plantas, item usado para decoração.

Instrumento Musical Percussivo Gangirá

Instrumento musical

percussivo Gangirá

11/04 - 18 horas - artesanias

Instrumento musical percussivo Gangirá é um tutorial pensado para apresentar a técnica de construção do Gangirá, um instrumento inspirado no som do peneirar dos grãos, feito através do balançar das peneiras.

A canoa fantasma

11/04 - 20 horas - artes cênicas

​A Canoa Fantasma traz uma história vinculada às Monções - expedições fluviais que partiam do antigo Porto de Araritaguaba com destino à Cuiabá, em busca de ouro.

Oficina virtual de construção de pífano

Oficina virtual de construção de pífano

12/04 - 14 horas - artesanias

Oficina virtual de construção de pífano apresenta a possibilidade de conhecer e criar um instrumento que compõe a complexa cultura popular espalhada pelo Brasil e visa garantir o acesso à história, produção e manejo de um instrumento tão presente na cultura brasileira.

Stilo Fibras - thumbnai.jpg

Stilo Fibras

12/04 - 16 horas - artesanias

Stilo fibras apresenta tutorial de transformação da fibra da banana em utensílios e objetos de decoração, mostrando a cultura de Itarari, no Vale do Ribeira, e apresentando uma técnica extremamente sustentável.

O vídeo mostra como é feita a retirada do tronco da banana , de onde é retirada toda a fibra a ser utilizada, e em seguida ensina-se como criar um lindo descanso de panela.

Uma manhã em outra época - thumbnail.jpg

Uma manhã em outra época

12/04 - 20 horas - artes cênicas

Uma manhã em outra época traz texto dramatúrgico, direção e atuação de Guilherme Papa, e nos apresenta a reflexão sobre o sentido de nossa existência circunscrito por nossas vivências e recordações, e nossas idealizações futuras.

Oficina de macramé - thumbnail.jpg

Oficina de macramé

13/04 - 14 horas - artesanias

Oficina de Macramê visa compartilhar um saber tradicional, praticado pelo oficineiro há décadas, por meio da criação de uma peça de decoração, em macramê.

Nessa oficina será criado um porta-plantas, e serão apresentados os nós do macramê, com os quais é possível criar diversas peças.

Lembranças  - thumbnail.jpg

Lembranças

13/04 - 16 horas - artesanias

Lembranças é um tutorial de maxi crochê, apresentando os materiais necessários para confecção de bolsas e tapetes.

Os artefatos serão criados utilizando a técnica de maxi crochê, bem como os pontos iniciais.

É mió - thumbnail.jpg

É mió

13/04 - 20 horas - artes cênicas

É mió apresenta uma releitura do chão do Brasil interiorano, abordando as delícias do diferenciado “falar caipira”, além da vida rural que se perde, há cada dia mais.

Mãos que esculpem - thumbnail.jpg

Mãos que esculpem

14/04 - 14 horas - artesanias

Mãos que esculpem traz um tutorial de artesanato em argila, apresentando a cultura tradicional de Bom Sucesso de Itararé.

As fotos de divulgação e presentes no vídeo são do fotógrafo Luiz Gonzaga Valcazara.

Entrelaçando sobras em busca de nós - th

Entrelaçando sobras em busca de nós

14/04 - 16 horas - artesanias

Entrelaçando sobras na busca de nós apresenta tutorial de aproveitamento de embalagens de leite longa vida para criação de bolsas, empregando técnicas transmitidas de mães para filhas, estimulando um olhar sustentável sobre materiais que são descartados em nosso dia a dia.

O interior do café - thumbnail.jpg

O interior do café

14/04 - 20 horas - artes cênicas

O interior do café é uma história narrada pela atriz Maria Alice Ferreira, em companhia de Dona Gema, que de uma maneira bem humorada, ajuda a pontuar os principais fatos que culminaram na chegada do café ao Brasil, especialmente ao interior de São Paulo.

Xequerê  - thumbnail.jpg

Xequerê

15/04 - 14 horas - artesanias

Xequerê traz tutorial apresentando a confecção do instrumento de raiz africana, muito usado em grupos de afoxés e maracatus, também usado em tratamento psicanalítico.

Essa prática traz consigo uma história de força e resistência através do tempo, a confecção deste instrumento proporciona também um passeio através de sua origem, fortalecendo a história de um povo através da arte.

Raízes - medicinas dos quintais e terrei

Raízes - medicinas dos quintais e terreiros

15/04 - 16 horas - artesanias

Raízes - medicinas dos quintais e terreiros é uma oficina que busca transgredir os limites do aprender, aproximando-se da didática de Paulo Freire, e encontra nas histórias e causos populares uma maneira de falar e ser compreendida.

A água que brota do monte - thumbnail.jp

A água que brota do monte

15/04 - 20 horas - artes cênicas

​A água que brota do monte é um experimento de contação de histórias, com recursos audiovisuais, inspirado na lenda local que conta da origem da nascente do rio Trabiju, na cidade de Pindamonhangaba, a partir da perspectiva da nação Puri - povo originário da bacia do Rio Paraíba do Sul (da qual o Trabiju faz parte).

Travesseiro de Macela  - thumbnail.jpg

O travesseiro de macela

16/04 - 14 horas - artesanias

"Travesseiro de Macela" traz uma união do artesanato com agulha e linha e do saber popular, da medicina dos terreiros, que fala sobre os poderes calmantes da macela. No tutorial será mostrado como fazer artesanalmente as fronhas, prezando o saber dos pontos feitos pela agulha e a linha, além de mostrar as lindas e antigas máquinas analógicas de costura.

ARTES EM ARGILA - thumbnail.jpg

Artes em Argila

16/04- 16 horas - artesanias

"Artes em Argila" mostra o artesanato tradicional da região do Alto Vale do Ribeira , com peças utilitárias e decorativas e uma herança que os mestres deixaram e foi sendo passada de geração em geração. A oficina mostra a produção da modelagem até a queima.

O chão de lá pra cá - thumbnail.jpg

O chão de lá pra cá

16/04 - 20 horas - artes cênicas

O chão de lá pra cá é um convite para conviver, para cantar e conhecer um pouco da cultura da família Barbosa de Souza, que se mistura com a história da cidade de Araraquara, especificamente da Vila Xavier em décadas passadas, até o presente momento.

Cachimbo do velho trabalhador - thumbnai

Cachimbo do velho trabalhador

17/04 - 14 horas - artesanias

"Cachimbo do velho trabalhador" é uma oficina que apresenta uma manifestação artística, cultural ancestral de resgate das raízes africanas, indígenas e caipiras, ensinando, do começo ao fim, como é feito um cachimbo artesanal.

A construção do Som A viola caipira e se

A construção do som: a viola caipira e seu artesão

17/04 - 16 horas - artesanias

"A Construção do som: A viola Caipira e o seu artesão" vem apresentar a construção da viola caipira pelas mãos do artesão José Montezano. Busca apresentar de forma sensível as principais partes da viola caipira e os cuidados para que ela apresente o melhor som.

É um vídeo que demonstra a construção das partes que integram a viola caipira. O violeiro Átila Silva e o Artesão Zé da Viola trabalham juntos na construção da viola caipira e no seu aperfeiçoamento como um instrumento acústico. O vídeo foi produzido utilizando tecnologias como câmera e celulares para a captação das imagens que posteriormente foram editadas.

II Mostra de Artes Plásticas

17/04 - 19 horas - artes plásticas

II Mostra de Artes Plásticas, com as obras:

A Mulher que ouve Histórias - de Talita Horniche

A poesia do Movimento mecânico - de Du Salzane

AlimentaChão - de Rafaela Santos

Congada de São Benedito - de

Ângelo Gill

Igaratá -  de David Guglielmoni

Mulheres Colhendo Flores - de Anelise Bisson

Saudades dos Tempos de Itatinga - de Fernanda

Terra de Ouro Verde - de André Franco

Tropeiro do Vale - de Allan Guglielmoni

Mojubá - thumbnail.jpg

Mojubá

17/04 - 20 horas - artes cênicas

Mojubá transita entre a Brasilidade (apresentada pelo o trabalhador rural, o cortador de cana) e o Sagrado, apresentando os Guardiões deste mundo (na imagem, muitas vezes mal interpretada, do Exu).

Uma obra que define o sincretismo religioso e ao mesmo tempo o desmarginaliza, mostrando que em todos nós estão presentes as culturas e as crenças de todos os antepassados dessa terra.

Oficina de bugalhos - thumbnail.jpg

Oficina de bugalhos

18/04 - 14 horas - artesanias

"Oficina de bugalhos" é uma ode à infância, aos momentos ao lado das avós, mães e as mulheres que nos antecederam. Um brinquedo universal, feito à mão, passado através dos tempos pelas nossas matriarcas. O bugalho, as cinco marias, cinco pedrinhas, ou qualquer outro nome que ganhe pelo Brasil afora, não é só um brinquedo, é um objeto histórico, presente até mesmo em uma das poesias mais famosas de Alberto Caeiro.

De Mãe para Filha - O Ser Mulher Moldado

De mãe para filha - o ser mulher moldado como eu quiser

18/04 - 16 horas - artesanias

A oficina traz uma proposta de criar uma massa modelável com materiais acessíveis, que possa ser utilizada para diferentes peças de artesanato, oferecendo diferentes alternativas dentro da necessidade de cada mulher que assistirá!

Além de trazer a história de uma mulher forte que nos representa em tempos tão difíceis para mulheres!

O quintal - thumbnail.jpg

18/04 - 20 horas - artes cênicas

"O Quintal" conta a história de um espaço: o quintal. Nesse Quintal tem uma árvore, galinhas, um varal com roupas secando, coisas velhas, pedrinhas e folhas secas. Nesse quintal mora uma Galinha (cocó?). Nesse quintal brinca um Menino. O quintal, nessa história, não é somente o terreno com jardim ou terra batida, mas o espaço que se transforma em cenários de suas brincadeiras. Nesse quintal o tempo não pode ser medido pelo relógio, uma vez que uma hora poderia significar vários anos ou apenas alguns segundos, dependendo das fantasias vividas pelo menino e sua companheira a Galinha. 

Fazendo carrinho de rolemã - thumbnail.j

18/04 - 20h30min - artesanias

O carrinho de rolimã é um brinquedo marcante para uma geração de brasileiros. Ele era feito muitas vezes de forma rústica por crianças, adolescentes e adultos. Seu feitio era passado de geração para geração. Hoje em dia pode ser bem mais fácil a sua execução pela maior acessibilidade a ferramentas e máquinas de artesania, além de inúmeros tutoriais existentes de como usar cada um desses objetos. Nesse tutorial de 2021, Wilson usa técnicas e ferramentas de marcenaria relativamente fáceis de encontrar e de usar em casa.

Ao artesão Wilson Roberto Costa dedicamos o I Festival Enreda Raízes, sua lembrança sempre será querida a todos nós e sua obra será sempre referência.